Carta Aberta ao Governador, do Distrito Federal: Senhor Rodrigo Rollemberg !!!,-) #OBGpelaATENÇÃO

Senhor governador, eu sei que o senhor respeita o povo, eu acompanhei de perto sua trajetória ao excelentíssimo cargo que o senhor ocupa hoje, mas ainda me lembro dos primeiros carnavais promovidos pela secretaria de cultura, quando em sua administração, foram as primeiras festas feitas com ‘carinho’ para o povo, eu sei por que vi, eu estava lá, eu presenciei uma festa de paz e alegria, de cidadãos contentes com a produção de um evento grátis, com estrutura de eventos pagos, sim, eu e meu amigo nos divertimos muito nos camarotes, que por ser uma festa patrocinada pelo governo o bom e velho:” será que ‘Dr.fulano’ está aí dentro?”- já, resolve mais que um nome na lista… coisas de Brasília… também sou testemunha do ‘turismo cívico’ que deveria ser adotado como prática de recreação escolar com o intuito de promover o sentimento de cidadania e patriotismo, pois só estas amarras é que podem, nos levar,  todos juntos e com nossa descendência a um futuro mais justo e comprometido com a ideia abstrata de nação, coisa que em nenhum lugar do Brasil, se encontra mais, nem mesmo nos corações dos brasileiros, que andam ‘amoados’ com tudo o que acontece hoje na política nacional, contudo, vejo ainda esperanças em pessoas como o senhor, a senhora sua esposa, a quem considero muito por ser grande amiga de uma mestra na arte da joalheria de autor, Virgínia Moraes, a quem eu devo os ensinamentos que me fizeram ainda muito jovem, me destacar no mercado de jóias, chegando até mesmo a expor trabalhos na Europa, em cidades onde o ‘design’ é muito importante como Milão, por exemplo… e … tudo isso com um simples curso de qualificação de um projeto fantástico do qual eu me orgulho de ter feito parte: o ‘Projeto Saber’, primeiro como aluno, depois como instrutor, tamanha foi a minha aptidão. Esse projeto de qualificação reuniu todos os profissionais interessados em passar adiante algum ofício, sim, eram artistas, pessoas da mais absoluta capacidade, material abundante no DF, acredite. O governo da época era do Cristovam Buarque, a quem devo profundo respeito e gratidão como cidadão, e de quem sou partidário na campanha da federalização do ensino público no Brasil. Mas, Senhor Governador, o que me traz aqui, aos seus olhos, através do meu humilde canal de comunicação, particular,, com o mundo, é um pedido sincero que reveja a situação das ‘cercas elétricas’ no DF, já que sabemos que não existe nenhuma regulamentação sobre isso, mas apesar disso, e da violência galopante, as pessoas estão todas adquirindo esse produto a preços cada vez mais baixos, gerando uma situação alarmante em alguns casos de instalação, vide o meu, as pessoas estão submetendo as outras a riscos inimagináveis, no afã de se protegerem, em algumas regiões periféricas podemos ver cercas se estendendo por sobre os telhados dos barracos que são construídos apoiados nos muros de limite dos lotes, com calhas de escoamento de agua da chuva passando por entre as cercas medonhas, não preciso me estender sobre o perigo disso, sobretudo em época de vendaval, tempestades, coisa muito comum ultimamente pelas intemperes do tempo. Sabemos todos nós que a maioria dessas empresas de ‘segurança’ são de proprietários e/ou teem entre seus sócios pessoas da mais alta patente da segurança militar e policial oferecida a população pelos seus órgãos responsáveis, sabemos ser esse o fato preponderante para que o poder público feche os olhos para essa causa, que poderia interromper o avanço das cercas elétricas a 12 reais o metro, que agora todo mundo pode adquirir e que convenhamos, não trás a mínima segurança, e ainda gera um aumento de consumo considerável em época de economia energética, como a que vivemos, com as nossas principais matrizes de energia a beira de um colapso. Sabemos que o senhor ainda se debate com o lodo escuro e fétido que o governo anterior, do PT, costuma deixar como herança para os seus sucessores de outros partidos, faço votos que, o mais rápido possível nós possamos ver o senhor livre desse embróglio, dessa arapuca, dessa armadilha… e… possa através da sua capacidade de gerência, coisa em que confio sinceramente, nos brindar com uma Brasília e um DF, mais justo, mais humano, menos violento, com mais dignidade, paz e amor no coração, livre de atitudes mesquinhas de corrupções endêmicas… me colocando a sua inteira disposição, como concidadão, me despeço, agradecendo desde já sua atenção e paciência!!!,-) #OHMSEUCRIADO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: