Sobre…Eleições no Brasil em geral!!!,-) #YES #OR #NO

no-yes

…como se sabe o sistema político brasileiro é dos mais improváveis…mal projetado, inocquo, burocrático, antiquado(apesar das urnas eletrônicas e seus resultados infraudaveis e rápidos!!!,-)…ainda se apóia na figura do candidato ao cargo…e…não em programas de governo, com metas e alcances estabelecidos na ponta do lápis com estudos realizados pelos partidos estes por sua vez divididos por suas legendas e nomes, bem como sua área de atuação pretendida com uma clara posição de suas aspirações…como deveria ser um sistema politico que tem sua plataforma e pretensão de ser a representação do poder soberano da coletividade, da totalidade de seus indivíduos…e…assim poder ser dignamente nomeado de Democrático…

…ao se apoiar na figura do candidato, as pessoas se subdividem entres os partidários desse ou aquele candidato ou contra esse ou aquela candidatura…especialmente no Brasil, que tem muito pouca experiência em sistemas políticos por sermos fruto de reinados e imperadores na nossa criação sob a colonização Portuguesa, que por sua vez já foi feita sem nenhum estudo e/ou plano de governo estratégico sério, com o intuito de tornar a colonia recém adquirida em uma extensão do reino de Portugal e sim um lugar para suprir as necessidades do reinado, inclusive de moradia quando a então família real de Portugal resolve fugir da Europa e de Napoleão e se estabelece no rio de Janeiro nos idos de 1808 se bem me recordo, mais de cem anos depois do barroco…enfim…por sua formação ter sido feita de forma improvisada como quase tudo em todos os lugares naquela época…menos na Inglaterra ‘of course’…mas o fato é que por sermos um lugar de pessoas que se entendem por nação a muito pouco tempo e termos um sistema de governo baseado na ideia de democracia que ainda engatinha como um bebê e uma tradição partidária mais recente ainda se comparados a alguns países aqui mesmo da América do sul, que não cito o nome porquê vou querer contar toda a história e desdobramentos desse fato…e…não é essa a minha intenção, se é que ela existe…quem? a intenção oras…

…então ao se apoiar na figura do candidato temos, nós eleitores, o defeito de eleger como pontos fundamentais para a nossa intenção de voto aspectos irrelevantes para o cargo e finalidade as quais servem  enquete, sendo SOMENTE  justificada pelo direito e/ou dever do cidadão de escolher a quem doar o sagrado direito de  sua representação nos orgãos competentes que gerem os mecanismos da maquina que move a ideia de país com seus controles dos aspectos fundamentais para vida em sociedade seja rural ou citadina, nos convertendo em cidadãos pela formação nos conceitos de cidadania e nos transformando em povo pela ignorância causada pela falta de conhecimento e consciência que nos faz ver nas ilusões de promessas estapafúrdias com claro apelo eleitoral e suas subsequentes mentiras lançadas com a intenção de prejudicar o candidato oponente, numa luta injusta onde quem tiver o controle da “opinião pública” que é aferido pelos orgãos de pesquisa competentes e respondem pela avaliação da assimilação das propagandas difundidas nos meios de comunicação a que se tiver acesso, jornais, rádios, tvs, redes sociais, panfletos, filipetas, cartazes…enfim…um sem número de recursos que é muito óbvio que quanto maior os recursos de quem concorre ao pleito, tanto maior serão as chances de vitória com o resultado das urnas.

…se…somente se tivéssemos um sistema politico pautado pelo comprometimento dos seus partidos com fortes e claras posições ideologicas com suas consequentes opiniões e propostas oferecidas a população, visando o bem comum na resolução dos impasses diários que tornam a vida em sociedade possível, aceitável, tolerável…mas que deveria ser em seu fim formidável para que a vida se tornasse digna de seres humanos e não essa labuta diária de sofrimento, escassez, miséria e desrespeito aos direitos das pessoas de sobreviverem ao longo de sua vida com condições mínimas dignas…

…um sistema politico que se entendesse como colaborador entre si embuído verdadeiramente dos valores que são responsáveis pela evolução dessa experiência que é a vida em sociedade e que nos faz cocriadores do futuro que queremos para a nossa descendência e do presente que escolhemos nós mesmos para desfrutar da vida nesse curto espaço de tempo entre o milagre do nascimento e a certeza da morte de cada um dos indivíduos…um sistema politico que não considerasse os partidos como competidores entre si pela tarefa de chegar ao poder a qualquer custo como vemos hoje, mas um sistema político que fosse organizado de forma que suas intenções ideológicas fossem complementares e não antagônicas, rivais e opositoras umas as outras como acostumamos e estamos habituados nesse exercício de eleger governantes para nós mesmos…uma coisa que soa estúpida desde a intenção, oras porque diabos eu escolheria quem vai mandar em mim? mas, a vida não se tornou complexa assim para chegarmos a essa conclusão simples e sensata…

…enfim…fala-se a tempos sobre reformas a essa instituição democrática que chamamos de sistema politico, mas, não vejo nenhuma intensão em se fazer algo a respeito, é mais uma falácia dos que estão onde estão pelas falhas intencionais ou não fdesse programa de controle da realidade no aspecto da vida em sociedade…mas…gostaria de alertar que por muitas outras vezes a vida em sociedade foi ameaçada por reformas que foram adiadas ad eternum…e…um novo grupo de idealizadores e ideias se aproveitaram para implantar outros sistemas de controle e organização social, político e econômico…pela simples questão de, como já disse alguém uma vez: “o novo sempre vem”…!!!,-@

 

no-no

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: