THE FACE MAGAZINE O “LIVRO SAGRADO” QUE DEIXOU AS BANCAS EM 2004…FAZ FALTA !!!,-(

capa com foto de David LaChapel com Gisele Bündchen !!!,-)

“THE FACE” era uma revista britânica mensal de cultura que teve início em Maio de 1980 com Nick Logan, jornalista e editor da revista, que começou sua carreira na década de 1960 escrevendo resenhas e artigos para  o New Musical Express (mais conhecida como NME, revista do Reino Unido com conteúdo sobre musica POP e adjacências…mas, isso é uma outra história…kkkk !!!,-)

1980

Logan já tinha criado a prestigiada revista  teen pop Smash Hits , e tinha sido um dos melhores editores do New Musical Express em 1970, antes do lançamento do The Face , em 1980.

A revista foi influente no mercado apresentando um conceito de moda, música e tendências de estilo da cultura POP dos jovens da época, lançando os New Romantic , e “Hard Times” estéticas supostamente “re-paginadas “( re-referencialistas!!!,-) de meados da década de 1980…

De 1981 a 1986, Neville Brody foi tipógrafo, designer gráfico e diretor de arte da revista.

1990

Em 1992, a revista publicou um artigo que, supostamente, continha uma “referência à orientação sexual”,  do ator australiano e POPSTAR Jason Donovan , que processou a revista por difamação em 1992 e ganhou o caso. Posteriormente, a revista pediu doações aos leitores para pagar os prejuízos com o pagamento da indenização por difamação e danos morais e os custos judiciais, que chegaram a £ 300.000, soma importante para o mercado financeiro da época, aquele tipo de indenização onde tem-se que vender o negócio para poder pagar o queixante…(bem novela mexicana…kkkk !!!,-)

A revista criou o “Limão” um site, supostamente, de ajuda de fundos, assim chamado porque o artigo original sobre Donovan afirmou que ele tratou o cabelo com suco de limão, com o fim de “torná-la mais loira”. Donovan chegou a um acordo com a revista, para a revista, poder permanecer no mercado editorial da época… foi babado… e… o tal Jason Donovam??? alguém viu…alguém viu… todos os “modernos” ( sim eram assim chamados os últimos sobreviventes da idéia e/ou idade do modernismo iniciada espontâneamente no meio cartístico cultural das principais cidades no mundo do inicio do século XX, que refletindo-se no Brasil, foi anunciado formalmente à sociedade Brasileira em 1922, na semana de Arte Moderna em São Paulo, por influentes artista da época, (mas isso é uma outra história) repercutindo nas principais cidades brasileiras… e já faz muito tempo… por isso o termo “moderno” ficou antigo, já não designa o que existe de mais novo e “legal” no pensamento e estética da nossa sociedade…já fomos pós-modernos também…por um curto espaço de tempo…agora, nos tornamos CONTEMPORÂNEOS…seja lá o que queira dizer isso ou o fato do porquê de sermos assim… RE-REFERENCIÁVEIS…enfim, voltando ao limão do Jason Donovam…kkkk… ele foi ignorados pelos modernos…que não comunicaram aos contemporâneos a sua existência… e… é ignorado até hoje pelos modernos que tornaram-se contemporâneos e por contemporâneos puros de nascimento…kkkk !!!,-)

Seu melhor período de vendas foi em meados da década de 1990, quando o editor Richard Benson, trouxe uma equipe que incluía o diretor de arte Lee Swillingham. Benson, assegurou-se de que o conteúdo escrito da revista refletisse a evolução das artes, enquanto” life-style”… e… Swillingham, mudou a direção visual da revista divulgando os novos artistas em fotografia e o trabalho de nomes como de Stéphane Sednaoui , Van Inez Lamsweerde , Steven Klein , David LaChapelle , Schoerner Norbert , Glen Luchford , Henry James Bond , Craig McDean e Elaine Constantine … ah, vc não sabe quem são…sei…então se joga no Google…kkkk !!!,-)

Em 1999,o título foi vendido pela Wagadon  para a editora EMAP .

Nomes notáveis ​​associados a revista como o designer e tipógrafo Neville Brody (Diretor de Arte, 1981-1986),o diretor criativo Swillingham Lee (Diretor de Arte 1993-1999), Julie Burchill , Tony Parsons , fotógrafo Juergen Teller ,David Sims e escritores, incluindo Jon Savage e Powell Russell Fiona … já falei…corre pro Google… se joga…vc não sabe o que te espera…kkkk !!!,-)

2000

Por fim em maio 2004 número mensal de vendas diminuiu e as receitas de publicidade, conseqüentemente, foram reduzidas. Os editores da EMAP logo cancelaram a produção da revista, a fim de concentrar os recursos nos seus produtos mais “bem sucedidos”… mas era um LUXO, quem viveu sabe, e quem quiser RE-VIVER tem um site de vendas de edições antigas de revistas, saidas dos depósitos esquecidos de sobras de estoque das editoras onde vc pode comprar desde a primeira edição até a última de despedida, olha que chic e necessário, pois na web, não existe muito conteúdo sobre a revista e suas reportagens que marcaram época VALE A PENA…aí, depois de comprá-las, faz favor de por o material na net e dá um link por aqui…a parte da sociedade que se interessa e necessita disto, fica-lhe grata !!!,-)

MORE INFO: http://www.crazyaboutmagazines.com/ourshop/cat_57689-THE-FACE-Magazine-Back-Issues.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: