PFW, o #ADIEU Galliano em grande estilo… com ou 100 preconceitos o maior, depois de Lee ( Mcqueen, of course !!!,-)

Este slideshow necessita de JavaScript.

…Em uma cartela de cores impressionante e das mais belas vista até agora na semana de moda de Paris e que faz do inverno da Dior um dos mais vibrantes e alegres de toda a história da moda parisiense contemporânea, seu maior criador e um dos personagens mais controversos dos últimos tempos, se despede em meio a uma celeuma nunca d’antes vista no main stream fashion… suas aparições fulgurantes de gosto duvidoso ao final das apresentações não farão falta para os que se acostumaram a contragosto engolir as bizarras cenas somente por obra e graça de seu ESTUPENDO TALENTO, que agora querem alguns menosprezar como se todo o trabalho maravilhoso que JOHN GALLIANO fez a frente de uma das mais tradicionais e conceituadas casas de moda de Paris, fosse jogado ao léu, fosse simples e sumariamente deixado de lado por conta do episódio lamentável em que ele se envolveu nos últimos dias, não defendo pré-conceitos, pós-conceitos ou menos ainda conceitos simplesmente pois pessoalmente acredito que todos somos responsáveis pelo que acreditamos e temos o direito de expressar essa crença a quem quiser ouvir, óbvio que também creio na responsabilidade de arcar com os efeitos causados por essa expressão, que no caso específico desse fashion scandall levou a demissão sumária deste grande ARTISTA, quero deixar bem claro que não sou conivente com suas idéias e muito menos partidário de suas paixões por quem quer que sejam elas, antes que me tomem como tal, só que na boa, achei desnecessário o tumulto e atitude dos politicamente corretos inquisidores de plantão que tomaram de assalto a cena pedindo a cabeça do pobre e bêbado homem… interesses todos eles tiveram e sabe Deus quais foram e até entendo que no meio da moda como nos tantos outros os financiadores e investidores sempre esbarram no “povo de Deus”, o povo de israel, proprietários das maiores empresas de publicidade e/ou financeiras especulativas e que carregam essa mágoa, justa até penso, com os atos perpetrados por este infeliz mandatário alemão que a história elegeu pra “cristo”…oops, anti-cristo…ideologias a parte, fica o trabalho de uma era grandiosa no mundo fútil da moda…e …ao final, como o maior juiz é o TEMPO, ele nos dirá quem venceu a parada só adianto que como sempre acontece, entre mortos e feridos sempre salvaram-se todos no fim !!!,-)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: